Escrito em por

LIBOR

Taxa-libor

A LIBOR – (London Interbank Offered Rate) é a média das taxas oferecidas entre os bancos no mercado financeiro de Londres, teve sua primeira publicação nos padrões atuais em 1986, foi criada junto as instituições financeiras em Londres, com a necessidade de uma referência de taxa de juros sobre empréstimos e para os cálculos de precificação de operações financeiras, como Juros, Swaps e Opções.

Diariamente é informado pelos bancos Londrinos a ICE Intercontinental Exchange sobres quais taxas os bancos se propõem a fazer negócios para os prazos e moedas da Libor, as taxas não se baseiam em transações realizadas, porém as taxas ofertadas tem que ser honradas, após coletadas as informações são descartada as 25% taxas mais alta e as 25% mais baixas e feita uma média do 50% restante e divulgada a taxa LIBOR oficial.

No início a LIBOR foi anunciada para três moedas, Dólar Americano, Libra Esterlina e o Yem Japonês, chegando a ter 16 moedas onde a partir de 2000 grande parte dessas moedas passou a integrar o EURO e foi criada a EURIBOR. Hoje a divulgação da Taxa LIBOR é feitas para 5 moedas sendo:

– Taxa de juros LIBOR Dólar Americano.

– Taxa de juros LIBOR Libra Esterlina.

– Taxa de juros LIBOR Euro Europeu.

– Taxa de juros LIBOR Yem Japonês.

– Taxa de juros LIBOR Franco Suíço.

Os prazos da Taxa LIBOR podem variar de 1 dia a 1 ano e já tiveram 15 prazos diferentes, mas a partir de 31/05/2013 alguns prazos deixaram serem publicados havendo a necessidade de cálculos de LIBOR INTERPOLADA.

Atualmente são divulgadas diariamente em 7 prazos:

1 – Taxa LIBOR um dia (overnight)

2 – Taxa LIBOR uma semana

3 – Taxa LIBOR um mês

4 – Taxa LIBOR dois meses

5 – Taxa LIBOR três meses

6 – Taxa LIBOR seis meses

7 – Taxa LIBOR um ano

O cálculo da LIBOR é o mesmo para todas as moedas, sempre respeitando os diferentes calendários de cada país em conjunto com o calendário de Londres. No Brasil, a maioria das operações envolvendo LIBOR são realizadas em dólares.

A LIBOR é uma taxa expressa ao ano, considerando um ano de 360 dias corridos, e sua capitalização é feita de maneira linear, assim os cálculos são dados por:

Fórmla-Libor

Clique na imagem para ampliar.

Para o cálculo da LIBOR mais uma taxa adicional, é feito com a simples soma desse determinado valor a taxa LIBOR, o que é conhecido como spread aditivo.

Fórmula-Libor

Clique na imagem para ampliar.

Para saber mais como calcular a taxa LIBOR e seus diversos prazos acesse Cálculo com a Libor.

Taxa LIBOR x CDI

Para entendermos melhor com funciona a Taxa LIBOR, vamos comparar a LIBOR com a Taxa DI Over Extra Grupo Cetip ou CDI com é mais conhecida, que é uma média das taxas dos negócios realizados entre os bancos brasileiros, assim como a LIBOR é entre bancos em Londres.

O CDI assim como a LIBOR é usada como referência para empréstimos e precificação de operações financeiras, sendo que o CDI divulgado pela CETIP diariamente é calculado sobre a médias das operações realmente efetuadas no mercado brasileiro, e a LIBOR é a médias das taxas ofertadas pelos bancos com divulgação para 2 dias úteis de antecedência da data de aplicação das mesmas. Veja o quadro abaixo as principais características entre CDI e a LIBOR:


Libor-x-CDI

Clique na imagem para ampliar.

O CDI é o principal referencial do mercado nacional, assim com a LIBOR é o principal referencial do mercado internacional pois reflete a negociação entre banqueiros, e sem tem um banqueiro emprestando e outro captando essas taxas são consideradas por todo o mercado taxas justas.

Mesmo a LIBOR sendo a principal taxa interbancária de referência do mercado mundial ultimamente estão falando muito em uma nova taxa de referência em substituição da Taxa LIBOR, entenda porque:

O ESCANDALO DA LIBOR

Na década de 1990 a LIBOR estava consolidada no sistema como referência para tudo, hipotecas, empréstimos, swaps, etc. No Brasil as operações de empréstimos com prazos mais longos envolvendo moedas estrangeiras são indexados à taxa LIBOR, como PPE – Pré Pagamento a Exportação,Repasse Externo – 4131 entre outros. A Taxa LIBOR é utilizada diariamente por profissionais do mercado financeiro, apesar da LIBOR fixar as taxas de juros mundial pouca gente fora do mundo das finanças tinha ouvido falar da LIBOR, antes da divulgação do escândalo da manipulação da taxa LIBOR por alguns bancos Internacionais.

A última crise financeira global iniciada pelo colapso dos créditos sub-prime nos Estados Unidos alertou o mercado sobre a estrutura regulatória do sistema financeiro e a ausência de prevenção contra algumas possíveis manipulações a seu favor praticadas pelos bancos.

Em 2008 o jornal Wall Street publicou uma reportagem questionando de maneira explicita a validade da LIBOR enquanto indicador financeiro confiável.

O que os bancos fizeram foi declarar um juro mais baixo do que o que realmente estavam pagando, numa tentativa de fazer as contas parecerem mais saudáveis do que eram na realidade, após a revelação do escândalo muitas instituições financeiras entraram em crise.

O banco Barclays foi o principal acusado do escândalo de manipulação da LIBOR, foi penalizado como uma multa de US$ 450 milhões pelos danos causados, apesar da seriedade do caso e das punições severas, o que mais chamou a atenção do mercado financeiro e da população em geral foi a descoberta da falha no controle de cálculo da Libor a ponto de serem manipulados.

A SUBSTITUIÇÃO DA TAXA LIBOR

Após esses escândalos o mercado financeiro internacional está estudando a criação de uma taxa de juros mais confiável em substituição a LIBOR. Os britânicos pretendem tirar a LIBOR do mercado a partir de 2021.

O BCE (Banco Central Europeu) também já anunciou que irá criar uma taxa de juros overnight, a previsão é que a nova taxa esteja disponível antes de 2020.

Já o FED Federal Reserve de Nova York, lançou uma taxa de juros de referência dos EUA a SOFR (Secured Overnight Financing) nesta terça-feira dia 03/04/2018 em potencial substituição da taxa LIBOR, a SOFR baseia-se no mercado de operações overnight de recompra de títulos do Tesouro dos EUA.

Mas o fim da LIBOR deverá ser lento e complicado, pois não existem mercados para empréstimos mais longos e será difícil a criação de um novo cálculo de taxa de juros em substituição a LIBOR.

Para maiores detalhes sobre como operar com a taxa LIBOR, baixe o nosso Ebook: COMO CALCULAR COM OPERAÇÕES COM LIBOR.

Calcule operações em LIBOR com exatidão e agilidade, em todos os prazos de divulgação.

Agende uma apresentação por Skype e conheça mais.