Escrito em por

CET

custo efetivo total

O cálculo do custo efetivo total de operações de crédito é um tema constante nas tesourarias das empresas como forma de medir o custo financeiro. Neste artigo iremos demonstrar como efetuar este cálculo de forma precisa. Disponibilizaremos também duas planilhas: uma para cálculo do CET e outra para o cálculo do CET médio de um conjunto de operações de crédito.

O CET é utilizado frequentemente para efetuar a comparação do custo entre operações de crédito. Convêm salientar que este indicador somente funciona corretamente quando a comparação está sendo realizada para operações com o mesmo prazo médio. Para operações com prazos médios diferentes, o correto é avaliar o spread de cada uma das operações, pois este contempla o custo do capital que varia em função do prazo da operação. No final deste artigo, demonstraremos isto com um exemplo.

O CET é um cálculo de Taxa Interna de Retorno (TIR) de uma operação de crédito e nada melhor do que realizarmos um exemplo para transmitir a informação de maneira prática:

I – Exemplo

– Modalidade: Capital de Giro

– Data de crédito: 27/05/2016

– Valor: R$600.000,00

– Taxa: 16,00% ao ano pré-fixado (base 252 dias úteis)

IOF Total: R$5.875,70

– Tarifa de abertura de crédito (TAC): R$ 3.000,00

– Fluxo de amortização:

27/06/2016: somente juros (21 dias úteis)

27/07/2016: somente juros (43 dias úteis)

26/08/2016: R$100.000,00 + Juros (65 dias úteis)

26/09/2016: R$100.000,00 + Juros (85 dias úteis)

25/10/2016: R$200.000,00 + Juros (105 dias úteis)

24/11/2016: R$200.000 + Juros (125 dias úteis)

Veja a memória de cálculo desta operação:​

calculo do custo efetivo total

Clique na imagem para ampliá-la

Temos um valor líquido creditado de:

Líquido creditado = R$600.000,00 – R$3.000,00 – 5.875,70 = 591.124,30

E queremos descobrir por qual CET devemos trazer os valores das parcelas para valor presente, de maneira que a soma destes valores presentes seja igual ao valor creditado.

Iremos calcular o CET como uma taxa anual efetiva (base 252 dias úteis).

custo efetivo total Clique na imagem para ampliá-la

custo efetivo total

Efetuar o cálculo acima de maneira algébrica é impossível, pois os expoentes referentes aos prazos são diferentes. Para a solução desta equação, o recomendado é a utilização da função Atingir Meta do Excel (“go seek” para Excel em inglês).

Segue o link para baixar a planilha Excel já pronta: PLANILHA CET.

Veja o cálculo efetuado pelo CalcBank:

calculo CET

Clique na imagem para ampliá-la

Agora que você já sabe como calcular o CET de uma operação, vamos ver uma maneira prática de calcular o CET de um conjunto de operações. Vamos utilizar os dados abaixo:

custo efetivo total de endividamento
Clique na imagem para ampliá-la

Temos acima três operações de crédito com seus respectivos Valor, Prazo Médio e CET.

Para calcular o CET deste conjunto de operações, iremos realizar uma média ponderada pelos Valores e Prazos, visando dar maior peso às operações de maior valor e prazo.

custo efetivo total Clique na imagem para ampliá-la

custo efetivo total

​Segue o link para baixar a planilha Excel já pronta, que calcula o CET de várias operações: CET ENDIVIDAMENTO.

Conforme comentado no início do artigo, o uso do CET somente é valido para operações com mesmo prazo médio. Veja o porquê:

O CET mede o custo de uma operação, independentemente do prazo médio da mesma, porém o custo do dinheiro varia de acordo com o prazo, conforme a curva de juros futuros. Assim, duas operações com um mesmo CET podem ter avaliações diferentes, cara ou barata, dependendo do custo de capital que varia em função do prazo médio. Veja na tela abaixo:

avaliação do custo efetivo total

Clique na imagem para ampliá-la

Quer realizar os cálculos de Custo Efetivo Total - CET de forma mais precisa e efetiva?

Acesse a Academia CalcBank e tenha acesso aos materiais mais completos!